Pular para o conteúdo principal

Como receber heranças e doações do exterior

De tudo um pouco | 14/08/2021 | 18:24

Os processos de recebimento de heranças e doações vindas do exterior podem ser trabalhosos e, muitas vezes, demorados. Confira a seguir os principais pontos que devem ser observados para recebimento de heranças e doações do exterior.


1- Legislação e tributação


Em março de 2021, o Supremo Tribunal Federal (STF) pacificou o conflito entre contribuintes e estados, determinando que o Distrito Federal e os estados não possuem competência legislativa para instituir a cobrança do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) nas hipóteses de doações e heranças instituídas no exterior e que a cobrança é condicionada à edição de lei complementar nacional.

Na prática, a decisão gera uma economia aos herdeiros brasileiros, domiciliados no Brasil, que deixarão de pagar o ITCMD.

Apesar da tributação sobre heranças no Brasil ser bastante reduzida frente a outros países -- nos EUA o imposto pode chegar a 45%, por exemplo -- essa decisão do STF pode ser encarada de forma positiva por trazer uma pacificação.

De acordo com especialistas, a não tributação sobre heranças instituídas no exterior a residentes no Brasil pode ser vista como uma oportunidade de planejamento familiar e sucessório e ratifica ainda mais a necessidade de investidores brasileiros considerarem a internacionalização do patrimônio como uma medida de proteção ao legado financeiro.

Segundo Ricardo Russo, superintendente de Câmbio do Banco Ourinvest, apesar de ser vista como importante, a questão da legislação não ameniza as necessidades básicas de comprovação da origem das transações.

Trata-se de um passo a menos. No momento de realizar as operações internacionais, o Banco Ourinvest, por lidar com o câmbio, precisava identificar o pagamento do imposto estadual de transmissão, que variava de 4% a 8%.

“Depois da decisão do STF, nós criamos uma declaração de assunção de doação, onde o donatário assume a responsabilidade do cumprimento da norma. Não exigimos mais a prova do recolhimento do imposto para dar andamento à transação”, explica o executivo.

2- Passo a passo

Russo lista as etapas básicas para receber valores do exterior. O primeiro passo, ao se descobrir que é donatário, é comprovar a relação de vínculo com o doador. Por exemplo, que se trata da mãe, do tio ou de algum(a) companheiro(a). "É a hora de coletar documentos que demonstrem que a doação é formal e que a origem do recurso é lícita”, diz Russo.

Segundo o especialista, essa costuma ser a fase mais sensível, por requerer documentos e comprovações.

“No Banco Ourinvest temos a facilidade de orientar na composição desse ‘dossiê’ desde o começo. Temos pessoas no time que tratam diretamente disso e podem ajudar no trâmite, uma vez que sabem das peculiaridades de vários países. É uma facilidade para a mitigação da burocracia”, diz.

Depois da fase inicial de agrupamento de documentos, o segundo passo é fazer um cadastro para recebimento do valor no Brasil e assinar a declaração que contempla a questão do STF.

“Nessa hora começa, de fato, a questão cambial onde temos a maior expertise. Podemos ajudar, por exemplo, a encontrar o melhor momento para fazer a transferência e garantir uma melhor cotação para aumentar ganhos”, diz Russo.

Ele explica que alguns clientes optam por realizar hedge cambial em casos de heranças e doações. Como a fase de união dos documentos pode levar algum tempo, algumas pessoas fazem a “trava do câmbio” em patamares considerados mais vantajosos para garantir recebimentos maiores quando a burocracia é concluída.

“O cliente pode usar o hedge em operação de NDF ou câmbio futuro. Com isso, é possível travar o câmbio por até 360 dias e ter previsibilidade de quanto irá receber ao fim do processo”, explica Russo.

O especialista afirma que não há limite de valor para esse tipo de transferência, mas alerta para a necessidade de comprovação de capacidade financeira. “Temos uma equipe que acompanha todo o processo de recebimento de heranças e doações internacionais e que facilita esse tipo de transação”, diz o executivo.

Quer saber mais sobre esses serviços? Entre em contato com a DTP Data & Solution por e-mail info@dtpdata.com ou telefone (11) 94197-6228 e receba um atendimento personalizado. A DTP Data & Solution é empresa parceira do Banco Ourinvest. Este conteúdo foi produzido por Michele Loureiro produtora de conteúdo do Banco Ourinvest.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DASN-SIMEI - Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional

Sandro Souza | 03/05/ 2022 | 21:00 Um dos deveres do MEI é a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI), que ocorre até o dia 31 de maio, sendo relativa ao exercício do ano anterior. Quando o MEI entrega a Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI), em atraso, fica sujeito ao pagamento de multa, no valor mínimo de R$ 50,00 (cinquenta reais), ou de 2% (dois por cento) ao mês-calendário ou fração, incidentes sobre o montante dos tributos decorrentes das informações prestadas na DASN-SIMEI. A notificação de lançamento da multa por atraso na entrega da declaração (MAED) é gerada no momento da transmissão da declaração e estará disponível para pagamento quando da impressão do recibo de entrega da DASN- SIMEI. Caso o pagamento seja feito em até 30 dias, a multa será reduzida em 50%, totalizando R$ 25,00. Lembre-se que nos casos de baixa de MEI, também é necessário entregar a DASN-SIMEI. Para maiores esclarecimentos, clique aqui para acessar o Manual que trat

Porta-chaves (LockBox). Uma boa solução desenvolvida pelo QuintoAndar

Sandro Souza | 25/07/2021 | 20:56 Para ajudar a acelerar o processo de aluguel do seu imóvel, o QuintoAndar desenvolveu uma caixinha para suas chaves ficarem sempre disponíveis para corretores e visitantes. Legal né? Essa caixinha é ideal para imóveis em que as chaves não podem ficar na portaria e/ou para donos de imóveis que não querem/podem acompanhar as visitas. É importante frisar que essa facilidade não está disponível para casas (mesmo que localizadas em condomínios) e somente está disponível para algumas modalidades de imóveis, conforme abaixo: Apartamentos com portaria (não se aplica a portarias digitais ou eletrônicas); Apartamentos com ou sem mobília; Apartamentos em que não há ninguém morando. Para instalar é super simples: basta encaixá-la na porta, preferencialmente no canto superior, como mostra o vídeo acima. Após instalada é só deixar uma cópia da chave do imóvel no interior da caixinha, e trancá-la em seguida. Somente os parceiros credenciados têm a chave para acessá

Você sabe como receber o seu dinheiro do Google AdSense?

Sandro Souza | 24/07/2021 | 14:40 O número de profissões vinculadas ao ambiente on-line não para de crescer. Junto com essa onda, as oportunidades de monetizar a produção de conteúdo também são notáveis. Criadores de conteúdo digital, YouTubers, Bloggers, Influenciadores e donos de sites podem conseguir quantias consideráveis por meio do Google AdSense , um recurso do Google que monetiza páginas, sites ou blogs que permitem anúncios.  Na prática, os produtores de conteúdo podem liberar a veiculação de anúncios de outras marcas em suas páginas. Conforme os leitores clicam nos banners, um valor pago pelo Google AdSense. É como se os criadores de conteúdo digital estivessem alugando um espaço do seu site para que o Google insira os anúncios dele. Em troca, o Google AdSense repassa ao dono do site ou blogueiro afiliado um percentual do valor pago pelo anunciante. O serviço se tornou uma fonte de renda para muitas pessoas que produzem conteúdo na internet. Para se ter uma ideia de valores